Não é só nosso ministro que está preocupado com a segurança das usinas nucleares. Agora já são 33 países que vão reavaliar a segurança de suas usinas nucleares, segundo Luís Echávarri (diretor da Agência de Energia Nuclear da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico, conhecida como OCDE).

O motivo é o mesmo: Desastre de Fukushima. Para evitar ao máximo uma nova catástrofe, especialistas do setor nuclear desses 33 países vão revisar a regulamentação internacional sobre os parâmetros de segurança nuclear. Não será necessária intervenção de especialistas de outros países. Ou seja, cada país cuida do seu. Isso vai evitar algumas discussões fora de foco. Como no caso do Japão onde não criticaram a falha, mas o elogiaram por correr conter riscos de contaminação.

Echávarri ainda diz que “A segurança (em usinas nucleares) será melhor do que nunca, depois de Fukushima”. É o que todo mundo quer.

 
Veja outros artigos por e escreva também para o eco4planet!
  • Anônimo

    QUAIS SÃO OS PAISES?

  • Rafael Tello

    A energia nuclear é duramente criticada em todo mundo, mas essa reportagem nos mostra um aspecto único no setor energético. Quantas vezes foram anunciadas iniciativas globais para reduzir os acidentes em minas de carvão ou impactos ambientais de hidrelétricas?

    Por essa razão, mesmo em um acidente "seríssimo" como de Fukushima, em que foram registradas 2 mortes (sem relação com contaminação) e a contaminação na região é menor que a registrada em Guarapari, há uma revisão completa nas condições de segurança da indústria no mundo todo.

    Vale a reflexão, não?

    • Rafael, concordo, e tratamos do assunto sob esse prisma em http://eco4planet.com/blog/2011/03/polemic

    • jons

      Rafael ,
      vale a reflexão sim.
      A sua: reflita em uma coisa: nos nao precisamos da energia nuclear para nossa matriz energética agora. Onde está a dificuldade de aceitar isto ? São argumentos tão simples que podem ser colocados a mesa e sim infelizmente devemos abrir mão sim da falácia do desnevolviumento economico e matar o setor nuclerar de uma vez por todas;; nem quem trabalha com isto tem esta noção ja que seus salariozinhos vem de lá…
      Qual é a dificuldade de aceitar que toda energia que precisamos pode vir do Sol, dos ventos e das águas ( em obras de pequeno e médio porte, ja que grandes hidreétricas também são obras sem nexo)>>>

  • jonas

    A questão aqui nao passa por uma revisão de segurança das usinas. Isto é bem burro e pra boi dormir mesmo.

    A questão inteligente passa por fugir de uma economia retrograda e pobre de espirito que se ainda busca se baseiar em depositos rigidos, imoveis, não recuperáveis, esgostáveis e pior de tudo que vão gerar mais depósitos de incrivel periculosidade. A questão aqui passa por migrarmos para uma economia moderna que se baseie em fluxos ( algo que a nuclear nao atende, nem o gas nem o petroleo,,,). Com os fluxos podemos nos renovar sempre então parem de defender a energia nuclear com argumentos tão desprovidos de humanidade. LEmbre-se e não precisamos relembrar que toda energia que precisamos pode vir do Sol, do vento, de biomassas solares. Somente o resgate de fluxos dinamicos com movimentos mais livres permitirá o mundo e a sociedade viver um pouco mais. Energias depositadas não servem mais por questões obvias; Evidente tbem que estes depositos tem fim nos próximos 20 anos caso as estapurdias planificações dos governos como o brasileiro que ainda pensa em constuir usinas nucleares continuar.

    eco4planet para você para empresas
 
Quem somos
Na mídia
FAQ
Contato
Home page
Busca padrão
Como divulgar
Anuncie (mediakit)
Embedded
 
 
©2008-2017 eco4planet | Privacidade
©2008-2017 eco4planet | Privacidade