Os veículos serão analisados e classificados de A a E de acordo com a sua eficiência/Foto: Paulo Fehlauer

Qual a eficiência do seu carro? Para responder a essa pergunta, o Inmetro criou o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular e já começa a apresentar os primeiros resultados. Dos 31 modelos avaliados, 24 foram classificados com conceitos que vão de A (mais eficientes) até E (menos eficientes). O objetivo do programa é estimular a indústria nacional a melhorar a eficiência dos veículos da mesma maneira que ocorre com os fabricantes de eletrodomésticos.

Os testes serão repetidos todos os anos durante os meses de agosto e setembro, e os resultados serão divulgados em outubro. A classificação funciona da mesma maneira que a dos eletrodomésticos. Nessa primeira fase foram avaliados veículos subcompactos (área projetada de até 6,5 m2) e compactos (de 6,5 a 7 m2). Posteriormente, os carros classificados como médio, grande e de carga também serão testados.

Por enquanto a adesão é voluntária e cinco montadoras já se inscreveram para participar do projeto. Fiat, GM, Honda, Kia e Volkswagen ofereceram seus modelos para serem avaliados e classificados entre mais ou menos econômicos.

Dos 20 modelos mais vendidos no Brasil durante o mês de abril, 12 foram testados, um índice acima do esperado pelo Inmetro e que deve aumentar no próximo ranking. “Com o tempo, quem não aderir vai perder espaço no mercado”, diz em entrevista à revista Quatro Rodas o presidente do Inmetro, João Jornada.

Carros como o Fiat Mille, o Honda Fit (câmbio manual), o Kia Picanto (câmbio manual e automático), o Gol e o Pollo Bluemotion (ambos da Wolkswagen) receberam conceito A de eficiência. Já o Palio (duas e quatro portas, versões ELX 1.4 e 1.8 R), o Idea 1.4 (versão ELX) e o Siena (HLX 1.8 Flex) – todos da FIAT – levaram o selo E. Diante dos resultados, os assessores da montadora asseguraram que eles serão estudados para os futuros desenvolvimentos da empresa.

As vantagens do selo podem ser medidas em diversas perspectivas. Seja pelas vantagens ambientais ou pelo alívio no bolso do consumidor, a etiqueta ajudará os compradores a escolherem carros mais econômicos e menos poluentes da próxima vez.

Confira a classificação de cada montadora:

CHEVROLET:

Celta VHCE (duas e quatro portas, versões Life, Spirit e Super): C

Classic VHCE 1.0 (versões Life, Spirit e Super): D

Corsa 1.4 (versões Joy, Maxx e Premium): D

Prisma VHCE 1.0 (versões Joy e Maxx): B

Prisma 1.4 (versões Joy e Maxx): C

FIAT:

Idea 1.4 (versão ELX): E

Mille Way Economy 1.0: A

Palio (duas e quatro portas, versões ELX 1.4 e 1.8 R): E

Punto (versão 1.4): C

Siena (HLX 1.8 Flex): E

HONDA:

Fit (câmbio manual, versões LX 1.4 e LXL 1.4): A

Fit (câmbio automático, versões LX 1.4 e LXL 1.4): B

Fit (câmbio manual, versões EX 1.5 e EXL 1.5): C

Fit (câmbio automático, versões EX 1.5 e EXL 1.5): C

KIA MOTORS:

Picanto (câmbio manual, versões EX 1.0 e LX 1.0): A

Picanto (câmbio automático, versões EX 1.0 e LX 1.0): A

VOLKSWAGEN:

Gol (versão 1.0): A

Gol (versões 1.6 e 1.6 Power): B

Polo Bluemotion (versão 1.6): A

Via: EcoDesenvolvimento com informações de QuatroRodas

  • Marcio Fuchshuber

    Muito interessante. Principalmente ao saber que o siena ganhou E na classificação! É uma surpresa pra mim!

    Muito bom saber que o fit ganhou A ^.^

    eco4planet para você para empresas
 
Quem somos
Na mídia
FAQ
Contato
Home page
Busca padrão
Como divulgar
Anuncie (mediakit)
Embedded
 
 
©2008-2017 eco4planet | Privacidade
©2008-2017 eco4planet | Privacidade