ema-ecod

Lembra daquele ditado que diz: “a união faz a força”! Pois é. Depois de dois anos de pressão, moradores da Vila Ema, na zona leste de São Paulo, conseguiram barrar a construção de um condomínio residencial de quatro torres da Tecnisa em uma área verde de 17 mil metros quadrados – tamanho de dois campos de futebol com medidas oficiais.

Situado na Rua Batuns, o terreno tem 477 árvores nativas e será transformado em parque municipal, conforme resolução do Conselho do Fundo Especial do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Confema) publicada no sábado, 27 de julho, no Diário Oficial da Cidade.

A área pertence à Oregon Investimentos Imobiliários e será desapropriada com dinheiro da Prefeitura, segundo informações do blog Política Paulistana, hospedado no site do Estadão. A licença para a construção das novas torres foi negada pela Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente.

Desde 2010 moradores se mobilizavam em abaixo-assinados na internet e protestos. Até um blog (Viva o Parque) foi criado para tentar impedir a construção de novos prédios no bairro, que não conta com nenhum parque.

Entre as espécies que serão preservadas estão cedros-rosas, jabuticabeiras, jatobás e o palmito-juçara, ameaçado de extinção. Segundo vizinhos, o local também é um “berço” de maritacas e macaranãs.

 

Por: EcoD || Foto: Divulgação

  • detallesdeboda

    Nossa que legal, parabens a todas as pessoas que participaram nesse movimento!!

    • Wanda Miranda

      Parabéns aos participantes ! Que sirva de exemplo para conseguirmos novas exigências.

  • Parabéns.

  • Hellen

    Parabéns a tod@s!! Que legal termos boas notícias como essas!!

  • Essa mandaram muito bem !
    http://agramasintetica.blogspot.com.br/

    eco4planet para você para empresas
 
Quem somos
Na mídia
FAQ
Contato
Home page
Busca padrão
Como divulgar
Anuncie (mediakit)
Embedded
 
 
©2008-2017 eco4planet | Privacidade
©2008-2017 eco4planet | Privacidade