001

Cerca de 200 milhões de pessoas no mundo têm suas vidas ameaçadas por conta do confronto direto com a poluição do meio ambiente. Solo contaminado por metais pesados, lixo químico espalhado no ar, resíduos eletrônicos tóxicos nos rios… Estes são apenas exemplos citados no relatório da Fundação Green Cross.

 

Depósito de lixo de Agbogbloshie, em Gana

002

O relatório classificou o segundo maior depósito de lixo da África Ocidental como um dos mais poluídos do planeta. O que compõem seu cenário? Pilhas de discos de satélites e televisores quebrados! A queima de fios metálicos envoltos em plástico, a fim de recuperar o cobre, torna o lixo ainda mais perigoso, além de liberar chumbo na área.

 

Rio Citarum, na Indonésia

003

Cerca de 2 mil fábricas usam o rio como fonte de água e despejam seus resíduos industriais nele. Mil vezes mais poluídas que água potável e contendo grandes quantidades de alumínio e ferro, o Citarum ainda abastece milhões de pessoas nas regiões por onde passa. Dá pra acreditar?

 

Centro industrial de Dzerzhinsk, na Rússia

004

Um dos centros industriais químicos mais importantes do mundo, onde entre 1930 e 1998, cerca de 300 mil toneladas de lixo químico foram depositadas, claro, de forma incorreta. Essas substâncias acabaram poluindo tanto o lençol freático quanto o ar e, hoje, a expectativa de vida para quem vive lá é de 47 anos entre as mulheres, e apenas 42 anos para os homens.

 

Usina nuclear de Chernobil, na Ucrânia

005

Muito lembrada até hoje como o local do maior acidente nuclear da história, ocorrido no dia 25 de abril de 1986. Uma nuvem de radioatividade causada por um incêndio e o derretimento nuclear fez com que ninguém mais pudesse morar a menos de 30 quilômetros de distância da região. O solo na área da antiga usina ainda é contaminado e coloca em risco a produção de alimentos.

 

Curtumes de Hazaribagh, em Bangladesh

006

Hazaribagh tem mais curtumes do que qualquer outro lugar de Bangladesh, sendo que a maioria dessas fábricas usa métodos antigos e ineficazes e acaba despejando cerca de 22 mil litros de resíduos tóxicos por dia no rio Buriganga, que é a principal fonte de abastecimento de água de Dhaka. Muitos moradores sofrem de doenças de pele e das vias áreas causadas pelo material cancerígeno.

 

Minas de chumbo em Kabwe, na Zâmbia

007

Durante um século, minas de chumbo liberaram metais pesados por meio de partículas de poeira que caíam no chão tanto na cidade quanto nos arredores. Hoje, em Kabwe, a segunda maior cidade da Zâmbia, muitas crianças sofrem com elevados índices de chumbo no sangue.

 

Minas de ouro em Kalimantan, na Indonésia

008

Kalimantan é particularmente conhecida por suas minas de ouro onde, para obter o metal precioso, muitos mineiros usam mercúrio, liberando mais de mil toneladas de material tóxico no meio ambiente todo ano, poluindo os lençóis freáticos.

 

Rio Matanza-Riachuelo, na Argentina

009

Cerca de 5 mil fábricas despejam esgoto nas águas do rio. Mais de um terço de sua poluição é responsabilidade de produtores químicos, segundo o relatório da fundação Green Cross, por conter grandes quantidades de zinco, chumbo, cobre, níquel, além de outros metais pesados. A população da região sofre de problemas intestinais e nas vias aéreas.

 

Delta do rio Níger, na Nigéria

010

O Delta do rio Níger é uma área de alta densidade populacional: concentra 8% de toda a população da Nigéria. O local sofre com poluição por petróleo e hidrocarbonetos, que contaminam o solo e os lençóis freáticos. Em média, o equivalente a 240 mil barris de petróleo atingem o delta por ano por conta de acidentes ambientais ou roubo da matéria-prima.

 

Cidade industrial de Norilsk, na Rússia

011

Aproximadamente 500 toneladas de óxidos de cobre e de níquel, além de 2 milhões de toneladas de óxido de enxofre, são liberados na cidade, fazendo com que poluição do ar seja tão grande que a expectativa de vida dos trabalhadores das indústrias da cidade é dez vezes menor do que a média registrada na Rússia, de 69,8 anos, em 2013.

#PdL indica que este é um Post do Leitor, escrito por pessoas como você, que curtem o eco4planet, a sustentabilidade e o meio ambiente. Para se tornar um colaborador é simples: mande uma mensagem e enviaremos mais detalhes.

Fonte / Imagens: DW

 Formada em Técnico em Meio Ambiente e cursando 1° ano de Agronomia. Posta também no Facebook.
Veja outros artigos por e escreva também para o eco4planet!
  • Esqueceram dos rios TIETE E PINHEIROS. SP BRASIL.

    • thalitamaiara

      Boa tarde, Kael.

      Por mais que estes sejam poluídos, ainda não se encontram entre os dez mais poluídos do mundo. Ainda bem.

      🙂

  • Dario Bizzo

    Talita, senti falta da Índia. Nenhuma região da Índia foi classificada dentre os 10 locais mais poluídos??? Lá se produzem substâncias químicas muito poluidoras.

    • thalitamaiara

      Boa tarde, Dario.

      Assim que possível vou postar algo sobre a questão ambiental na Índia, ok?! Mas nesse relatório ela não foi citada.

      🙂

  • Não falou na Baia da Guanabara e nos rios que desembocam nela.
    Há 20 anos começou a despoluição e até agora continua a mesma nojeira.

    • thalitamaiara

      Boa tarde, Mendonça.

      Pode ser que a Baia de Guanabara não esteja entre as dez mais. Assim que possível vou postar algo sobre isso, ok?!

      🙂

  • Vamos tentar descobrir o maior espaço poluído em cada Estado brasileiro?

    • thalitamaiara

      É uma ótima ideia, Eron. Muito bacana.
      Você pode começar por sua cidade e escrever pra gente, que tal?
      Quem sabe os outros leitores achem legal e façam o mesmo… 🙂

  • sertaneja

    Não conhecem o Bicano na minha cidade.

    • thalitamaiara

      Conta um pouco sobre o Bicano pra gente… 🙂

  • sertaneja

    Teria de mostrar fotos! Aqui na minha cidade. Muita sujeira, rio completamente poluído. Se eu encontrar fotos não saberia como colocar aqui.

  • sertaneja

    Thalitamaiara, muito obrigada pela informação. Não sabia que outros poderiam colaborar até com notícias locais, como no caso da minha cidade. Não tenho certeza de estar apta a escrever sobre meio ambiente, embora tenha sido parte integrante de uma entidade ambientalista por 25 anos, a Vida Animal. Verei o que posso fazer pois é uma excelente mameira de trabalhar em defesa dos valores ecológicos. Obrigada.

    eco4planet para você para empresas
 
Quem somos
Na mídia
FAQ
Contato
Home page
Busca padrão
Como divulgar
Anuncie (mediakit)
Embedded
 
 
©2008-2017 eco4planet | Privacidade
©2008-2017 eco4planet | Privacidade