Há alguns dias recebemos a intimação de abertura de processo contra o eco4planet e logo no começo da leitura concluí do que se tratava: estávamos entrando por absoluto engano nas estatísticas de pedidos de remoção de conteúdo que o Brasil parece gostar tanto.

Pois é, uma pessoa (e quando eu explicar o caso dela as coisas vão ficar ainda mais interessantes) não gostou do que é mostrado ao pesquisar seu nome nos sites de busca e processou 3 grandes buscadores e nós.

Acontece que nós não somos um buscador! A busca que você faz em nosso site é processada e respondida diretamente pelo Google. Ponto.

 

A Pessoa

A tal pessoa (que não será identificada por razões óbvias) está sendo acusada de crimes sexuais contra menores de idade. Sim, pedofilia.

Ele foi preso e liberado após alguns meses por força de um habeas corpus. Dezenas de meses depois a sentença foi proferida: muitos anos (muitos mesmo) na cadeia. Mas ele está recorrendo em liberdade e, aliás, até conseguiu emprego em um Posto de Saúde por concurso público. Emprego que parece não ter durado muito já que o assunto chegou à Câmara de Vereadores da cidade e ele deixou a função.

 

Fica a Dica

Se você for preso, principalmente por acusação de pedofilia, é bastante provável que o caso vá parar na mídia, seja televisiva, impressa ou digital. É uma coisa que chamamos de liberdade de imprensa. Sempre com a devida cautela de nomeá-lo “acusado/suspeito”, afinal cabe ao judiciário resolver quanto a culpa, os jornalistas tem a tarefa de informar, e eles tem o “péssimo” costume de fazer isso.

Ah, outro fato relevante é que o caso foi citado abertamente no Senado, na CPI da Pedofilia, pelo Senador Demóstenes Torres. Ao menos pra mim isso significa que o caso é público.

 

Em Resumo

Um acusado de pedofilia teve seu caso divulgado pela imprensa, incluindo a Internet; o Google (como faz com todas as páginas que conseguir) indexou as matérias; ao pesquisar pelo nome do cidadão tais matérias aparecem; ele processa os buscadores e nós (que não somos um buscador e não temos qualquer responsabilidade sobre os resultados de busca que o Google entrega) visando a retirada de seu nome das buscas e indenização por danos morais (um valor com 6 dígitos!).

Para os buscadores, gigantes e com lucros altíssimos, provavelmente é só mais um caso. Para nós, cujas receitas sequer cobrem os custos, ter de gastar com advogados e viagem para participar da audiência é um “desgaste” absolutamente desnecessário.

Temos total confiança na justiça e acreditamos que o caso se resolverá logo. Até lá, vou ganhando cabelos brancos…

 

Obs.: Pessoal, vou pedir desculpas mas não poderei aprovar comentários “agressivos” sobre o *acusado* para evitar maiores problemas.

facebook-profile-picture
 

é o criador do eco4planet, formado em Administração de Empresas pela USP, desenvolvedor e gamer. Otimista nato, calmo por natureza, acredita que informação pode mudar o mundo e que todo pequeno gesto vale a pena.

Posta também no Twitter e Facebook.
Veja outros artigos por e escreva também para o eco4planet!
  • Virou um caso público, ele gostando ou não. Não se dah pra saber se ri ou se chora…

  • O acusado pedófilo quer atenção.

  • Lamentavel! Mas vai dar td certo e a sentença sera improcedente.

  • ex-presidente de israel Moshé Katzav é preso por estupro e o ECO4PLANET é processado por danos morais por um acusado pedófilo! Vamos castrar esses tipos desviados usando a lei de Deus! Estou com vocês e com a Palestina até o fim! Allah tenha misericordia de nós.

    eco4planet para você para empresas
 
Quem somos
Na mídia
FAQ
Contato
Home page
Busca padrão
Como divulgar
Anuncie (mediakit)
Embedded
 
 
©2008-2017 eco4planet | Privacidade
©2008-2017 eco4planet | Privacidade