salada

Carboidratos, gorduras, proteínas, vitaminas, minerais… O ser humano necessita de todos os nutrientes para o bom funcionamentos das ações. Mas, nem sempre é possível consumi-los diariamente, sobretudo pela falta de tempo para uma alimentação saudável.

Uma pesquisa recente da empresa CPH Health Solutions apontou que 55% dos trabalhadores, com destaque para executivos, consomem mais alimentos ricos em gorduras, 42% estão acima do peso e apenas 28% conseguem manter uma dieta alimentar de qualidade. O estudo foi realizado com mais de 45 mil brasileiros.

A nutricionista Natália Cunha explicou em um artigo publicado no portal Idmad que longos períodos sem comer causam excesso de fome na refeição seguinte. "Com isso comemos mais e muitas vezes não selecionamos os alimentos adequadamente, o que provoca o desperdício da comida na produção de energia, que fica armazenada em forma de gordura. E se isso for recorrente, essas gordurinhas nunca serão queimadas, pois o nosso organismo não sabe quando precisará dessa reserva para um momento de emergência", afirmou.

Para que o número de trabalhadores acima do peso não aumente no Brasil, os amigos do EcoD selecionaram seis dicas para uma alimentação mais saudável. Conheça:

 

1. Auxílio médico

Antes de qualquer coisa procure um nutricionista. A ajuda de um médico é essencial para que a dieta seja correta. A nutricionista Thabata Martins, do Zahra Spa &Estética alertou "Fale sobre os seus horários durante o dia e ele irá criar um cronograma de alimentação especial mais adequado à sua correria. Frutas, castanhas, nozes, damascos, frutas secas e lanche natural são uma boa pedida para quem não tem muito tempo para comer", adiantou Thabata ao portal Vila Mulher.

 

2. Café da manhã

Já que a desculpa é falta de tempo, prepare os alimentos na noite anterior, inclusive o café da manhã. Natália alerta que sucos naturais, pães e/ou cereais integrais devem fazer parte desta refeição. "Faltaria uma proteína, que pode ser oferecida na forma de um queijo branco ou um ovo (não frito)", acrescenta. Segundo a nutricionista, a ausência do café da manhã pode aumentar os riscos de obesidade, colesterol alto e diabetes.

 

3. Planejamento

Planeje o dia seguinte baseado nas boas práticas e na experiência que você teve no dia anterior, mantendo o que deu certo e adaptando o que não deu.

 

4. Sobrou um tempinho?

Se o dia está daqueles,s corridíssimo e sobrou apenas um tempinho para a alimentação, fuja dos fast-foods e das gulosemnas industrializadas. Um restaurante self-service é tudo o que você precisa. Escolha saladas, legumes, cereais e proteínas. Se não achar self-service e a solução for uma lanchonete, não escolha aqueles salgados fritos, a exemplo de coxinhas, risoles e quibes. Prefira os lanches naturais.

 

5. Sobremesa

Será que dá tempo para uma sobremesa? Bom, se der, esqueça o chocolate. Prefira salada de frutas ou um sorvete de frutas.

 

6. Para beber…

Os líquidos atrapalham na digestão. Por isso, evite comer bebendo durante as refeições do almoço e jantar. Troque o refrigerante, por mair que sejam diet ou light, por suco natural ou água. E desenvolva a prática de deixar uma garrafinha de água ao seu lado, durante trabalho. A hidratação é uma peça importante para a saúde.

 

Postado originalmente por EcoD | Imagem por Daniel Loss

    eco4planet para você para empresas
 
Quem somos
Na mídia
FAQ
Contato
Home page
Busca padrão
Como divulgar
Anuncie (mediakit)
Embedded
 
 
©2008-2017 eco4planet | Privacidade
©2008-2017 eco4planet | Privacidade