Já pensou ir ao supermercado e, ao invés de 1 kg de carne bovina, comprar 500 g de gafanhoto, grilo ou larva de formiga? Pois esta realidade pode fazer parte da vida de todos os brasileiros muito em breve!

Dono de uma companhia que cria e comercializa insetos, o empresário mineiro Luiz Otávio Pôssas Gonçalves pediu ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento que reconhecesse seu negócio como um “estabelecimento produtor de insetos para consumo humano” e acabou fomentando, no governo, o debate sobre a legalização da entomofagia – isto é, a prática de comer insetos – no Brasil.

O Ministério da Agricultura ainda não respondeu ao pedido de Gonçalves, mas pediu indicação bibliográfica ao empresário, alegando que se trata de tema polêmico, mas que será discutido, por representar oportunidade real de combater o aquecimento global no Brasil e no mundo.

Isso porque, de acordo com pesquisas da Universidade de Wageningen, na Holanda, a criação de insetos emite uma quantidade de gases do efeito estufa muito menor do que a pecuária. No caso de gafanhotos, por exemplo, a emissão de metano chega a ser 10 vezes menor e a de óxido nitroso, 300 vezes. Além disso, a produção de insetos também ajudaria na preservação das florestas, que não precisariam ser destruídas para o avanço das pastagens.

Dados da FAO – Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação – que também anda discutindo a possibilidade de incluir insetos na dieta humana – ainda mostram que cerca de 80% dos países possuem insetos em seu cardápio e 23 dessas nações ficam no continente americano. Será que o Ministério da Agricultura legalizará a entomofagia e o Brasil será o próximo a entrar, oficialmente, para essa lista?

Caso a proposta de Gonçalves seja aceita, para a entomofagia, realmente, fazer a diferença no combate ao aquecimento global, a população teria que trocar a carne bovina e suína pela de inseto. Você trocaria? [Débora Spitzcovsky em SuperInteressante]

 

:)


Veja outros artigos por e escreva também para o eco4planet!
  • Marina

    Não sei se eu me acostumaria, mas… se for pelo planeta eu faço tudo u_u

  • Teresa

    Prefiro ficar sem comer os dois. 🙁

  • Rayanne

    Não como nem um nem outro. rs
    A nova idéia poderia ser comer mais vegetais e não trocar uma carne pela outra.

  • André Luiz

    Realmente legal, mas eu iria achar um pouco nojento, sou bem ruim em questão de comida diferente HUAHUA

  • COME VOCÊ, EU TO FORA… EU VIRO VEGETARIANO DE VEZ, MAIS NÃO COMO ISSO.

  • visitante

    grande diferença ¬¬ vai ter que ter matança do mesmo jeito não apoio matar insetos e esse tal de luiz otavio está louco isso agrediria ainda mais o meio ambiente pois os insetos tem varios papeis na natureza

    • A proposta é criar os insetos para alimentação, como se faz hoje com muitos animais, não "caçá-los" na Natureza. A vantagem, como dito no texto é o impacto/Kg que a criação desses animais impõe sobre o ambiente.

  • Tull

    já faço minha parte não consumindo carne animal, e é em pouco provável que isso pegue, já é complicado para muita gente não comer carne para ir para soja, por exemplo, ou mesmo só reduzir, imagina ir para gafanhotos.

  • Ellixus

    Eu nao acredito nesse papo de aquecimento global,pra mim foi criado pela elite pra ganhar mais dinheiro e ter mais e mais motivos pra praticar outras coisas…Essa nova ordem mundial é foda mesmo……..

    • O filme/documentário "Uma Verdade Inconveniente" mostra de forma mais fácil essa questão, se não viu, sugiro ver. Fora ele existem infindáveis estudos sobre o assunto. Se o frio que você está sentindo no inverno, possivelmente dando até a sensação de ser mais frio do que nos anos anteriores, lembre-se que nós temos uma noção curta de tempo e a tendência de longo prazo é de aumento na temperatura agravado a partir da revolução industrial.

  • Nanablue

    Dificil acreditar que alguem apresente esta insanidade como solucao para os problemas do planeta. E tao bizzaro que ate parece piada. Por ser absurdo demais eu tenho certeza de que isto nunca vai ser considerado como uma possibilidade viavel. Sou vegana, e nao preciso dizer o quanto repudio este tipo de ideia. Nao temos necessidade de consumir nenhum tipo de produto animal. Temos milhares de possibilidades em obter uma dieta rica em nutrientes sem necessitarmos matar para obter nosso alimento. Gracas a Deus o movimento vegan esta aumentando muito, as pessoas estao se conscientizando de que podem se alimentar muito bem sem sacrificios a outro ser vivo. A compaixao por toda a forma de vida tem um valor imenso para a saude e tambem para o meio ambiente. A sensacao de paz interior que vem a partir de uma consciencia de se estar fazendo a coisa certa, e impagavel.

  • Giovani

    Para os que ainda comem carne recomendo o filme "Terráqueos" na internet, se isso não for significativo para você não comer mais carne nada mais será.

  • Octávio Rizzo

    Rayanne, se formos todos comer vegetais, estaremos desmatando para poder plantar, isso causaria aquecimento global, diminuição de florestas e destruição do habitat de vários animais.

    eco4planet para você para empresas
 
Quem somos
Na mídia
FAQ
Contato
Home page
Busca padrão
Como divulgar
Anuncie (mediakit)
Embedded
 
 
©2008-2017 eco4planet | Privacidade
©2008-2017 eco4planet | Privacidade