arquitetura-destaque

Os conceitos de “eco”, “amigavelmente ecológico”, “verde” e “sustentável”, são usados das mais diversas maneiras nos dias de hoje. Muitas empresas alegam cada vez mais que seus métodos ou materiais de construção são de baixo impacto ambiental, mas como é possível conseguir distinguir aqueles que realmente aplicam métodos sustentáveis daqueles que apenas usam esse rótulo para favorecer o seu próprio negócio?

O termo green-house (casa verde), começou a ser utilizado na década de 1970, logo após o custo do petróleo subir. De repente a população da classe média se deparou com o custo de importação, de transporte e de materiais inexplicavelmente altos. Assim, iniciou-se uma procura maior por materiais acessíveis e de custo reduzido.

Utilizar materiais de construção de origem local, beneficia o apoio à economia e ao comércio local, mas para uma construção ser realmente “verde” e sustentável há uma série de métodos que se pode aplicar:

O sistema de ventilação deve ser natural e eficaz, ao invés do tradicional ar-condicionado. A utilização de painéis fotovoltaicos para energia solar e de um sistema hidráulico que separe diferentes tipos de utilização de água são apenas alguns dos muitos recursos disponíveis no mercado.

Hoje, o uso de eficiência sustentável está aos poucos se popularizando no Brasil, mas ainda há muito a ser feito para melhorar o modo de construção civil em nosso país. Aqui, há alguns exemplos de residências que utilizam energia verde de modo inteligente. Veja!

arquitetura2-ecod

 

Madeira

A arquitetura contemporânea tem cada vez mais utilizado a madeira em suas diversas versões para projetos sustentáveis. A madeira é um dos melhores isolantes externos. Esta casa foi revestida com madeira reciclável. Não apenas a madeira, mas diversos outros materiais de construção de origem reciclável permitiram aos proprietários manter o custo e a emissão de carbono o mais baixo possível.

A casa também foi projetada com salas amplas que utilizam os famosos painéis fotovoltaicos e vidro em abundância, oferecendo assim, economia no consumo de energia e uma grande quantidade de luz natural que invade o terraço, por todos os ângulos.

arquitetura3-ecod

 

Charme rural

Reformas de propriedades já construídas são um ótimo início para projetos de conceito verde. É melhor renovar uma residência já construída e modificá-la com soluções sustentáveis do que derrubá-la e recomeçar do zero. A imagem que vemos é de uma propriedade que originalmente era um celeiro. Hoje, foi reformada e como se pode ver, transformada em uma bela residência.

O ângulo, o formato, a cor e o material utilizados na construção do telhado permitem que a casa tenha uma maior absorção de luz durante o dia, sendo mais fresca durante o verão e mais aquecida durante o inverno.

arquitetura5-ecod

 

Iluminação

O consumo de energia é o maior contribuinte para as emissões de gases com efeito no Reino Unido. Lâmpadas de LED são de longe, a forma mais eficiente de iluminação: sua eficiência energética pode ser estimada entre 80-90% quando comparadas à lâmpadas tradicionais.

Além de não serem tóxicas, elas são 100% recicláveis. Além de tudo isso, lâmpadas de LED duram muito mais do que as convencionais. Em longo prazo é possível economizar e evitar desperdício.

arquitetura6-ecod

 

Benefícios à saúde

Projetos sustentáveis beneficiam o meio ambiente, o bolso e a saúde ao mesmo tempo, devido ao seu poder de aumentar a qualidade de vida. Viver em uma casa “verde” reduz o stress do cotidiano. Luz natural em abundância fornece vitamina D e combate a depressão, além de economizar energia.

arquitetura7-ecod

 

Custo benefício

A vida sustentável é por definição um estilo de vida! Construir de modo sustentável pode não sair tão barato inicialmente, porém deve ser considerado um investimento, que trará benefícios em longo prazo. Por exemplo, a diminuição de impacto ao meio ambiente e a economia nas despesas domésticas.

Ao reduzir o custo do aquecimento, o consumo de água e implementar soluções inteligentes ao sistema de energia elétrica você estará economizando nas despesas de manutenção da casa. Portanto, quanto mais se popularizar esse método de construção, mais a população e o meio ambiente irá se beneficiar.

 

por Carolina Pelzer, da Homify em EcoD
fotos DESIGNCUBED, FORRESTER ARCHITECTS e
HART DESIGN AND CONSTRUCTION / homify.com.br
    eco4planet para você para empresas
 
Quem somos
Na mídia
FAQ
Contato
Home page
Busca padrão
Como divulgar
Anuncie (mediakit)
Embedded
 
 
©2008-2017 eco4planet | Privacidade
©2008-2017 eco4planet | Privacidade