eco-mushroom-solar-street-light-with-pollution-absorber2

Imagine se fosse possível filtrar continuamente o ar poluído de uma cidade como São Paulo. O designer Tony Thomas Narikulam já imaginou e idealizou o Eco Mushroom (“cogumelo ecológico” em tradução livre) – um dispositivo que purifica o ar poluído ao seu redor.

A primeira vista, parece apenas um poste de luz moderno com design inovador e colorido. Mas não é só isso. O Eco Mushroom é um sistema compacto que além de iluminar a via com seus 4 LEDs, tem a capacidade de absorver dióxido de carbono (o mal falado CO2).

O ar poluído tende a ficar  numa camada um pouco mais alta, acima da altura das pessoas, e se espalha criando uma faixa tóxica sobre nossas cabeças. Quatro entradas sugam o ar poluído que passa pelo purificador e é devolvido, agora limpo, numa altura mais baixa, mais ou menos na nossa altura.

eco-mushroom-solar-street-light-with-pollution-absorber6

A sucção e circulação do ar acontecem em função do motor DC (motor de corrente contínua sem escovas) que funciona movido por painéis de energia solar no topo do Eco Mushroom.

Um sistema de monitoramento interno envia indicações e alertas sobre a operação e manutenção do dispositivo.

eco-mushroom-solar-street-light-with-pollution-absorber5

A sujeira detida no sistema é conduzida por um cano central, por gravidade, até um coletor na base do poste, que é removido para limpeza na manutenção periódica.

Já pensou, São Paulo sem aquela camada cinza no ar?

fonte Risepad

 bióloga especialista em gestão ambiental, esportista e amante da arte. Posta também no Twitter e Facebook.
Veja outros artigos por e escreva também para o eco4planet!
    eco4planet para você para empresas
 
Quem somos
Na mídia
FAQ
Contato
Home page
Busca padrão
Como divulgar
Anuncie (mediakit)
Embedded
 
 
©2008-2017 eco4planet | Privacidade
©2008-2017 eco4planet | Privacidade