Cradle Montain: biodiversidade na Austrália

A Austrália é um país que valoriza muito a vida marinha e a natureza. E se você está pensando em viajar para essa região – ou quem sabe fazer um intercâmbio na Austrália, saiba que é bem provável se deparar com animais do grupo marsupiais, como cangurus e coalas – considerados símbolos do território australiano e os vombates; animais robustos e escavadores, chegando a pesar até 36 quilos.

Porém, essas espécies emblemáticas representam apenas uma fração de vida selvagem do país. Por lá, as diferentes formas de vida são impressionantes. E essa é uma das razões pelas quais os turistas visitam a Austrália.

Na Tasmânia, por exemplo, o turista pode se surpreender com a vida selvagem existente na região, que oferece praias intocadas, e ainda a famosa trilha Overland, com 65 km de Cradle Mountain até o lago St Clair. Aos adeptos de uma boa caminhada ou para os corajosos que descem as corredeiras em um bote sem medo de ser feliz, saibam que a costa oeste da Tasmânia é o lugar ideal para essas práticas.

Para quem gosta de frio pode separar um tempinho para conhecer os Alpes Australianos. As montanhas cobertas de neve são a sensação desse lugar, que impressiona na região de Nova Gales do Sul. A prática de rafting e o próprio esqui na neve são bastante comuns no local.

Hotham: biodiversidade na Austrália

O Kings Canyon é outra boa alternativa. O antigo cânion de arenito se eleva acima das densas florestas de palmeiras. Nele, o turista pode observar uma importante área preservada e um refúgio para mais de 600 espécies de plantas nativas e animais exclusivos daquele habitat. A dica aqui é subir até o topo da borda do Kings Canyon na hora do nascer ou do pôr do sol. A vista é belíssima!

Kings Canyon: biodiversidade na Austrália

Passeie também pela Cordilheira de Flinders. Sua estrutura encorpada abrange bacia rochosa, paisagens lunares e lagos árido, opalas e fósseis, parques nacionais e arte rupestres aborígines. A dica imperdível para o turista é realizar um voo panorâmico sobre Wilpena Pound, um anfiteatro natural imenso bem no centro da cordilheira. Do céu, parece um mundo antigo e perdido.

Cordilheira de Flinders: biodiversidade na Austrália

Outro ponto interessante está relacionado à exótica flora australiana, que assim como a fauna é bastante diversificada e apresenta rara beleza natural. São várias espécies de flores e plantas que podem ser encontradas nas florestas tropicais e subtropicais. Um verdadeiro colírio para biólogos, ecologistas e amantes da natureza, que prezam pelo cuidado diário desses habitats.

O país, além de apresentar qualidade de vida e clima agradável como pontos positivos, possui ainda aquários gigantescos, esportes de aventura e zoológicos com uma estrutura invejável. Inclusive dispõe da maior biodiversidade marinha do mundo, contabilizando mais de 32 mil espécies identificadas, segundo o Censo 2013.

E para proteger toda essa riqueza, o Departamento de Conservação da Austrália que mantém os parques nacionais abertos ao público, possui uma infraestrutura muito bem elaborada dentro de cada um deles. São os chamados skywalks, pontilhões aéreos dentro da mata, que possibilitam que os turistas tenham uma visão panorâmica e não pisem no solo, e consequentemente, não destruam a vegetação.  

Skywalks nos parques australianos

Nesses skywalks é possível observar e fotografar pássaros e plantas nativas. Bromélias, Cipós, Limos, Frutos, e diversos tipos de ninhos de pássaros, estão localizados perto da copa das árvores, o que proporciona uma perspectiva bem diferente da floresta. Vários parques nacionais possuem essa facilidade, inclusive com acesso para deficientes físicos e pessoas em cadeiras de rodas.

Vale ressaltar que, quanto aos animais silvestres, todos eles são protegidos na Austrália. Isso significa que o turista não pode matar ou importunar o animal e, se isso acontecer, multas são aplicadas. Para o Departamento de Conservação, a regra é clara: “Não deixe traços de que você esteve lá, e só traga de volta boas recordações, seus pertences, e muitas fotos".

Para quem ama viver no meio da natureza e ainda não tirou o visto para Austrália, comece a se planejar, pois a biodiversidade da região é uma verdadeira aula de ecologia.

 recicla, pratica o consumo sustentável e anda de bicicleta. É analista de SEO do Grupo WTW e escreve para o blog www.viajareupreciso.com.br
Veja outros artigos por e escreva também para o eco4planet!
    eco4planet para você para empresas
 
Quem somos
Na mídia
FAQ
Contato
Home page
Busca padrão
Como divulgar
Anuncie (mediakit)
Embedded
 
 
©2008-2017 eco4planet | Privacidade
©2008-2017 eco4planet | Privacidade