A preocupação com economia de energia e corte de gastos sempre existiu dentro das empresas. No caso da TI, a preocupação é ainda maior, já que os data centers costumam ser os maiores sugadores da energia elétrica de uma companhia. Só para se ter uma idéia, num banco, por exemplo, a energia que a TI utiliza pode chegar a quase metade de todo consumo da instituição.

Agora, as questões ambientais e o aquecimento global entraram na pauta do mundo corporativo. E a necessidade de reduzir o consumo energético da TI ganhou nova embalagem e recebeu o nome de TI Verde.

Uma pesquisa do site americano CIO Insight com 147 executivos, apontou as principais razões que motivam os profissionais e suas empresas a lançarem iniciativas verdes. Para 74% deles a razão número um para ser verde é a consciência ambiental. Em seguida aparece a necessidade de cortar custos, citada por 73% dos profissionais. Em seguida apareceram os benefícios para a imagem da empresa (64%), as determinações legais (25%) e a pressão dos acionistas e da opinião pública (14%).

Novidade ou não, o que se vê é que a onda verde que tem invadido o mundo S/A é muito bem-vinda e, não só deve, como está sendo aproveitada por quem dá as cartas da tecnologia das empresas.

#PdL indica que este é um Post do Leitor, escrito por pessoas como você, que curtem o eco4planet, a sustentabilidade e o meio ambiente. Para se tornar um colaborador é simples: mande uma mensagem e enviaremos mais detalhes.

Via: Info.online – com fonte em CIO Insight

  • Obrigado pelo artigo. Vou encaminhar o link pro pessoal aqui da empresa

  • muito bacana essa materia,parabens pelo blog.
    entao estou criando um blog faz pouco tempo,e gostaria de umas dicas e tals,se der da uma olhada la,só pra ver como esta,

    http://tecnofuturo.zip.net

    obrigado

  • Aprendi muito

  • ruth braz

    obrigado! gostei muito da explicação são e da imagem.

    eco4planet para você para empresas
 
Quem somos
Na mídia
FAQ
Contato
Home page
Busca padrão
Como divulgar
Anuncie (mediakit)
Embedded
 
 
©2008-2017 eco4planet | Privacidade
©2008-2017 eco4planet | Privacidade